“E aí Siri”, “Alexa…”, “Ok, Google”: essas três frases não tinham significado comum há menos de sete anos. Foi somente quando a Apple lançou a Siri em 2011 como parte do Apple 4S que a revolução da pesquisa por voz começou. De início lento, o uso de assistentes digitais de IA tomou conta do nosso comportamento.

O reconhecimento de voz para texto percorreu um longo caminho nos últimos anos, e mais frequentemente as pessoas estão falando suas consultas, em vez de digitá-las. Esse é um dos principais motivos pelos quais as consultas de pesquisa por voz estão crescendo.

Mas, a pergunta que você, como empreendedor, deve estar fazendo agora é: a busca por voz pode influenciar o SEO do meu site? A resposta para esse questionamento está aqui neste artigo. Acompanhe!

Como funciona a pesquisa por voz e qual seu volume de buscas?

A pesquisa por voz combina a tecnologia de reconhecimento de fala com as consultas de palavras-chave dos mecanismos de pesquisa para permitir que os usuários façam perguntas em vez de digitá-las. O software ingere o que ouve, consulta um ou mais mecanismos de pesquisa e apresenta respostas relevantes.

Para se ter uma ideia do nível de crescimento desse tipo de busca, aqui estão algumas estatísticas publicadas pela Forbes, segundo pesquisa feita pela Global/WebIndex:

  • 27% da pessoas que estão online estão utilizando a pesquisa via smartphones;
  • 34% dos usuários da Internet afirmam que estão dispostos a comprar um assistente de voz inteligente.

Para completar esses números crescentes, a Comscore, consultoria estadunidense de mídias digitais, afirma que de 30%, em 2017, as pesquisas por voz chegarão a 50% das intenções de busca em 2020.

Como adaptar o conteúdo para pesquisas por voz?

Deu para perceber que a voz está transformando nossas abordagens à tecnologia e à Internet, não é? Mas que impacto ela tem na otimização de mecanismos de pesquisa? Vamos explicar em alguns tópicos.

Pesquisa semântica

Anteriormente, o Google confiava apenas nas palavras-chave para fornecer resultados de pesquisa. Hoje em dia, ele pode pensar em termos de entidades, tópicos e as relações entre eles. Obviamente, ele também conta com uma variedade de fatores fora das palavras-chave e dos tópicos.

Isso pode incluir a pesquisa de padrões ou pesquisas anteriores de um usuário específico para identificar a intenção por trás de sua pesquisa e fornecer resultados mais relevantes. Em outras palavras, o Google está melhorando a compreensão da intenção por trás do que os usuários estão procurando.

Pesquisa de conversação

À medida que o Google fortalece sua capacidade de lidar com a semântica, os pesquisadores conseguem avançar no uso de mais termos de conversação. Isso significa frases totalmente formadas, particularmente na forma de perguntas.

Um aumento na pesquisa conversacional e semântica aumentou o número de palavras-chave de cauda longa usadas na pesquisa. As palavras-chave de cauda curta já diminuíram em importância e a pesquisa por conversação provavelmente diminuirá ainda mais sua importância.

A descoberta e a resposta dessas frases e perguntas de conversação que as pessoas estão perguntando sobre seus produtos, serviços e marca são geralmente muito importantes, mas potencialmente vitais para o sucesso na pesquisa por voz.

Eles geralmente são mais baixos na concorrência, facilitando a classificação e o significado do site pode aparecer com mais frequência, uma maneira razoavelmente fácil de começar a criar visibilidade e tráfego significativos. Pode não ser o melhor tráfego de conversão do mundo, mas não deve ser. Estamos trabalhando no topo do funil aqui, algo que muitas marcas negligenciam.

Como otimizar os conteúdos ranqueamento?

Agora que você conhece o básico do que é importante para as classificações na pesquisa por voz, é hora de descobrir como realmente tornar seu compatível.

Invista na autoridade do seu site

Primeiro de tudo, você precisa ter um site de autoridade, pois a maioria dos resultados da pesquisa por voz vem do TOP10 da pesquisa regular do Google. Portanto, continue com suas estratégias de SEO regulares para obter os melhores resultados de pesquisa em computadores.

Otimize para perguntas

Comparadas às consultas baseadas em texto, é mais provável que as consultas por voz estejam em um formato de pergunta. Isso não apenas significa que você precisa das melhores respostas, mas também precisa saber as perguntas certas. Quais são as perguntas certas? As perguntas que seu público está fazendo, é claro. Certifique-se de otimizar seu site e conteúdo para responder às perguntas mais específicas.

Crie conteúdo de conversação

Quando alguém utiliza a pesquisa por voz, costuma dizer mais palavras-chave de conversação em comparação com o computador. Pense nisso; você não fala o mesmo que se comunica online! Por exemplo, quando você procurar os “melhores designs de sites B2B” na área de trabalho, digitará exatamente isso. Ao usar a pesquisa por voz, você tende a usar mais linguagem de conversação, como “Quais são os melhores designs de sites B2B?”. Essas pesquisas geram resultados diversos.

A maioria das pesquisas por voz são palavras-chave de cauda longa e, portanto, contêm mais detalhes sobre o que as pessoas estão pesquisando. Ao criar conteúdo de conversação direcionado para essas palavras-chave, você tem mais chances de alcançar clientes segmentados e gerar o tráfego certo para o seu site.

Como monitorar resultados de SEO em buscas por voz?

Embora todos os profissionais de marketing de pesquisa conheçam muito bem os benefícios da otimização para pesquisa por voz, o maior desafio que eles têm é provar a validade dessa estratégia. E por que isto? É realmente simples, não existem soluções de análise robustas disponíveis para ajudar a quantificar com precisão a pesquisa por voz.

Porém, existe uma estratégia para contornar isso. Ao usar o Google Search Console (GSC), os profissionais de marketing podem encontrar informações de voz que podem ser usadas para gerar melhorias mensuráveis em seu conteúdo e estratégias de SEO locais. Para tanto, vale adotar os seguintes passos:

  • extraia os dados do Google Search Console — a API do GSC pode ser uma grande aliada aqui;
  • segmente para consultas de pesquisa por voz nos dados do GSC;
  • minere seus dados de pesquisa por voz em busca de oportunidades.

Como você pôde perceber, o impacto da busca por voz no SEO é certo. Dado o enorme aumento na adoção e uso da voz, a influência nos negócios será considerável. As marcas que podem antecipar e ficar à frente das mudanças antes que elas ocorram certamente colherão os benefícios nos próximos anos.

Quer mais estratégias? Conheça Blog da Locaweb e acompanhe conteúdos sobre tecnologia e negócios!